sábado, 24 de agosto de 2013

Os médicos cubanos, a hipocrisia burguesa e a oposição

A oposição e as instituições representativas da categoria, são contra a vinda dos médicos estrangeiros, de qualquer nacionalidade ainda que a velha mídia os mencione apenas como "os médicos cubanos".

A conduta daqueles que se opõem é censurável, em maior ou menor grau, em razão de seus interesses. 

As corporações representativas da categoria, são contra,  e argumentam, para fundamentar essa posição, que eles "são despreparados", o que já restou desmentido. São preparados, não são recém formados, e guardam experiências de outras ações semelhantes em locais onde a miséria, ou a falta de profissionais do ramo, os levaram. Ridiculamente até os nomearam curandeiros, afirmando que os processarão por esse crime.

A oposição fala em trabalho escravo e falta de transparência na contratação, enquanto aqui são a favor da terceirizaçào que solapa direitos dos trabalhadores em favor de quem bancou suas candidaturas, os empresários.

Ambos estão na mesma trincheira: contra o povo desasistido. Esse povo que vive em rincões distantes, ou em áreas de risco nas favelas e nas periferias, onde nossos médicos não podem ou não querem estar.

As associações médicas, em nome do dinheiro.

A oposição, em nome do poder.

Um poder que querem e nunca receberão do povo que preferem ver desasistido ou morto.

Postagens mais visitadas

Ju Aventureira David

Bom dia minha aventureira... Que seja muito bom esse primeiro dia de um novo ano em tua vida, de muitos que ainda virão, e ple...