quarta-feira, 30 de setembro de 2009

JOSÉ ANTONIO TOFFOLI APROVADO PARA O STF. O BRASIL GANHA MAIS UM GARANTISTA , VALENTE E INDEPENDENTE JUIZ.


"Toffoli é a esperança de que o STF terá uma maioria garantista e garantidora. Não existe Direito fundamental sem quem o garanta."

(Paulo da Vida Athos).


O Senado aprovou no início da noite, em votação secreta, a indicação do atual advogado-geral da União, José Antonio Toffoli , para o Supremo Tribunal Federal (STF). Foram 58 votos a favor e 9 contrários.

Antes da votação em plenário, a indicação já tinha sido aprovada pela Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) do Senado, também em votação secreta. Na comissão, foram 20 votos a favor e três contrários. A votação ocorreu após cerca quase sete horas de sabatina. A indicação foi feita pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva há duas semanas para ocupar a vaga deixada pelo ministro Carlos Alberto Direito, que morreu no dia 1.º de setembro. Ainda não há data para a posse do novo ministro no STF.

Durante a sabatina, que começou por volta das 11h30m, o advogado-geral da União afirmou que o tempo em que foi advogado para campanhas do PT já não faz mais parte da sua vida. Sobre a falta de diploma de mestrado e doutorado, disse que se deu por opção, porque preferiu a advocacia à vida acadêmica. Afirmou ainda que mantém sua reputação ilibada pois um dos processos que responde na Justiça do Amapá foi anulado e o outro teve a sentença suspensa.

Toffoli admitiu a possibilidade de votar no processo de extradição do ex-ativista italiano Cesare Battisti se for confirmado na vaga. Toffoli esclareceu que não estaria impedido para votar no caso porque não se manifestou como advogado-geral da União no processo. Mas informou que ouvirá os futuros colegas para decidir se participa ou não.

Se votar no processo, Toffoli poderá definir a situação do italiano. O julgamento foi interrompido por um pedido de vista quando o placar contabilizava quatro votos a três pela extradição. Dois ministros ainda não votaram: Marco Aurélio Mello e Gilmar Mendes. O primeiro deverá votar pela permanência de Battisti no Brasil e o segundo, pela extradição. A expectativa é que um eventual voto de Toffoli seja pela permanência do italiano no Brasil.

Nesse caso, haveria empate. A questão pode ser resolvida de duas formas: ou convoca-se um ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para desempatar o julgamento ou adota-se o mesmo procedimento de julgamentos de habeas corpus - que, em caso de empate, o réu é beneficiado. Ou seja: se Toffoli votar no processo, aumentam as chances de Battisti permanecer no Brasil.

No início da sabatina, o advogado declarou que, se for aprovado para o STF, terá compromisso apenas com a Constituição Federal. E que não atuará como advogado do governo, ao contrário do que teme a oposição.

A principal voz de oposição a Toffoli na CCJ foi a do senador Álvaro Dias (PSDB-PR). Após o resultado da votação, ele escreveu no Twitter: "Melhor do que conferir a Toffoli o diploma de notório saber jurídico, seria retirar da Constituição essa exigência ignorada no dia de hoje ".

Durante a sabatina, o tucano disse não reconhecia nele notório saber jurídico e reputação ilibada. Dias ressaltou que Toffoli foi advogado em campanhas do PT e que foi reprovado em duas provas para juiz:

" A trajetória de Vossa Excelência é extremamente ligada ao presidente Lula e ao partido dele. Eu poderia dizer que o PT quer estatizar seu advogado mandando ao Supremo Tribunal Federal " (Alvaro Dias)

- A Constituição estabelece quesitos essenciais para a nomeação ao STF. Notório saber jurídico, ilibada reputação e notoriedade - ressaltou. - Quem deveria ser questionado (sobre a indicação) é o próprio presidente Lula. Não há prova para o STF, temos que nos valer da trajetória do indicado. A trajetória de Vossa Excelência é extremamente ligada ao presidente Lula e ao partido dele. Eu poderia dizer que o PT quer estatizar seu advogado mandando ao Supremo Tribunal Federal - acusou Dias durante a sabatina..

Toffoli rebateu:

- Não nego a minha história, mas já deixei de lado os laços a partir do momento que fui para a Advocacia Geral da União - afirmou Toffoli, ressaltando que nos casos em que houver possível comprometimento poderá se abster.

" O fato de eu ter atuado em ações eleitorais para o presidente da República é algo do passado "

Sobre a suposta falta de notório saber jurídico, Toffoli disse:

- Eu optei pela advocacia. A minha formação profissional se fez na advocacia. A advocacia é uma atividade nobre, honrosa - destacou. - Não fiz uma opção de vida pela acadêmica, fiz na advocacia para poder contribuir para o nosso país, para o nosso povo. - concluiu, destacando que a jurisprudência considera que aprovação em concursos públicos não pode ser tomada com indício de notório saber jurídico.

Toffoli durante a sabatina naCCJ do Senado - Ailton de Freitas

O senador tucano citou ainda reportagem do jornal "Folha de S.Paulo" em que Toffoli aparece como um dos responsáveis pela indicação de um advogado para o ex-ministro de Minas e Energia Silas Rondeau, afastado do cargo devido a denúncias de corrupção e formação de quadrilha. O advogado-geral afirmou que não se lembrava de ter interferido no caso.

Dias aproveitou para afirmar que é recorrente no atual governo se esquivar de questionamentos mais comprometedores. A ministra da Casa Civil, Dilma Rouseff, que, segundo a "Folha", também teria ajudado a escolher o advogado, negou nesta quarta-feira envolvimento no caso e não quis se estender sobre o assunto.


Toffoli diz que nunca ouviu sequer a palavra mensalão

Em resposta ao senador Pedro Simon (PMDB-RS), disse que no período em que atuou como subchefe para assuntos jurídicos da Casa Civil nunca ouviu sequer a palavra mensalão:

- Houve uma comissão parlamentar de inquérito que investigou esse episódio, houve inquérito na polícia, investigação por parte do Ministério Público, denúncia do procurador-geral ao Supremo Tribunal Federal e nunca, em nenhum momento, meu nome foi citado sequer como ilação. Eu desconheço esses fatos, não tenho conhecimento do processo que está tramitando no STF - acrescentou.


Relatório de Dornelles enfatizou títulos

Quem relatou a indicação na Comissão foi o senador Francisco Dornelles (PP-RJ). Em relatório apresentado na semana passada, ele abriu caminho para aprovação do advogado. Num relato biográfico de Toffoli, Dornelles enfatizou condecorações, palestras internacionais e títulos, como o de doutor honoris causa, concedido pela Ordem dos Advogados do Brasil.


Fonte: O Globo.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

IBOPE PÕE DAMOUS À FRENTE NA CAMPANHA DA OAB-RJ


Ibope põe Damous à frente na campanha da OAB-RJ



Por Alessandro Cristo

A dois meses das eleições para a direção da seccional fluminense da Ordem dos Advogados do Brasil nos próximos dois anos, as prováveis candidaturas já foram postas à prova. Uma pesquisa encomendada pelo atual presidente da entidade e candidato à reeleição, Wadih Damous, mostra vantagem de 60% sobre seu principal adversário, Lauro Schuch, vice-presidente da seccional. A atual gestão é aprovada por 88% dos advogados entrevistados. A pesquisa não incluiu outros dois candidatos que já afirmaram participar da disputa, Luciano Viveiros e Wanderley Rebello Filho.

A pesquisa feita pelo Ibope envolveu 400 entrevistas por telefone com filiados à entidade em todo o estado, segundo lista entregue ao instituto pela própria OAB-RJ. As ligações foram feitas entre os dias 5 e 7 de agosto.

Wadih Damous e Lauro Schuch, apesar de participarem de grupos políticos diferentes, foram eleitos presidente e vice-presidente em 2006. Os dois já haviam concorrido em chapas diferentes para as eleições anteriores. No entanto, como eram de oposição, resolveram somar forças para tentar fazer frente aos advogados que davam as cartas na seccional havia 15 anos. Deu certo. A chapa foi eleita com o discurso de mudar a cara da OAB do Rio.

Intenção de voto para Presidente da OAB-RJ - Jeferson HeroicoSegundo o Ibope, Damous tem 71% das intenções de voto, contra 11% de Schuch. Votos em branco e nulos somam 6%, e indecisos, 13%. Fora da capital, a vantagem do atual presidente em relação ao vice é maior: 84% contra 7%. Entre os 116 advogados entrevistados fora do Rio, apenas 1% não sabe em quem votará, e 8% não votará em nenhum dos dois. Já na capital, a diferença cai para 54 pontos percentuais. Dos 284 entrevistados, 17% ainda não têm uma preferência. Votos nulos e em branco são 5%.

O maior número de indecisos no estado está entre os advogados aposentados e inativos — 22%. Mesmo assim, Damous está 55 pontos à frente de Schuch. O presidente tem 64% das intenções dos 77 entrevistados. Schuch tem 9%. Brancos e nulos somam 5%.

Avaliação da administração do atual Presidente da OAB-RJ - Wadih Damous - Jeferson HeroicoBoa parte da vantagem se deve à forte aprovação à atual gestão, que chega a 88%. Apenas 6% dos entrevistados desaprovam o trabalho de Wadih Damous à frente da entidade, e 7% preferiram não opinar. Mesmo assim, a ação da OAB é ruim ou péssima para somente 2% dos advogados. O desempenho nos últimos dois anos foi ótimo ou bom para 82%, e regular para 13%. Não opinaram apenas 3%.

O resultado, no entanto, mostra leve queda na avaliação. Em março, 86% classificavam a gestão como ótima ou boa, 11% como regular e só 1% achavam ruim ou péssima. Não responderam 2% dos entrevistados.Aprovação na administração do atual Presidente da OAB-RJ - Wadih Damous - Jeferson Heroico

As eleições acontecem no dia 16 de novembro. Por enquanto, se dizem na disputa os advogados Wadih Damous, Lauro Schuch, Luciano Viveiros e Wanderley Rebello Filho.

A corrida pela presidência já apresentou outros nomes. Chegou-se a cogitar para a disputa o desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Rio Sylvio Capanema que seria apoiado pelo grupo anterior a Damous. Outro advogado que chegou a se lançar foi Wanderley Rebello, que foi apoiado por algumas lideranças da gestão anterior a Damous. Luciano Viveiros também conta com apoio de alguns advogados que já comandaram a OAB-RJ, como o ex-presidente da seccional Otávio Gomes.

O advogado João Tancredo chegou a fazer campanha, apresentar propostas e conseguir apoio de advogados. O site com suas propostas ainda está no ar. Mas ele decidiu sair da corrida por problemas de saúde.

DEPOIS DE ALGUM TEMPO


DEPOIS DE ALGUM TEMPO



"Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. Começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.


Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.


Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la... e que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida.


Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.


Aprende que não temos de mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam... Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa... por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos.


Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.


Aprende que não importa onde já chegou, mas para onde está indo... mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve.


Aprende que ou você controla seus atos ou eles o controlarão... e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.


Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.


Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.


Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou.


Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.


Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens...Poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.


Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.


Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém... Algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo.


Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.


Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.


Aprende que o tempo não é algo que possa voltar. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.


E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais.


E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!


Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar."


(William Shakespeare)

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

DITADURA EM HONDURAS: O PRIMEIRO VAGIDO!




Exército de Honduras invade e tira do ar emissoras de TV e rádios locais.



TEGUCIGALPA - Soldados do Exército de Honduras invadiram e tiraram do ar na madrugada desta segunda-feira a emissora hondurenha Rádio Globo e o canal de TV 36, horas depois que o governo interino anunciou medidas para silenciar meios de comunicação que apoiam o presidente deposto, Manuel Zelaya, disse o diretor da emissora.

O governo interino de Honduras emitiu um decreto que permite suspender os meios de comunicação que atentem contra a paz e a ordem pública, após o golpe militar que derrubou o governo de Zelaya há três meses.

Um funcionário do alto escalão do governo interino disse neste domingo que o decreto, que já está em vigor, proíbe ainda a liberdade de circulação e associação por 45 dias.

De acordo com o ministro do Interior, Oscar Matute, a liberdade de expressão pode ser restringida para preservar a segurança nacional.

- Não se trata de restringir a liberdade de expressão, mas se houver um veículo que esteja incitando o ódio e a violência é nosso dever dar um basta - disse.

No domingo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o Brasil não vai atender ao governo interino de Honduras, que deu prazo de dez dias para uma definição sobre a situação de Zelaya, abrigado na embaixada brasileira desde que retornou a Tegucigalpa, há uma semana. Caso contrário, o governo de Micheletti ameaça retirar a imunidade diplomática da embaixada brasileira no país, segundo informou comunicado da chancelaria hondurenha divulgado na noite de sábado, em Tegucigalpa.

Segundo Lula, a solução para o caso seria Zelaya voltar ao poder e convocar eleições.

Após se reunir com presidentes sul-americanos e africanos, Lula afirmou não acreditar na possibilidade de a embaixada brasileira em Tecucigalpa, em Honduras, ser invadidas por forças e militantes golpistas. Lula afirmou que nem nas ditaduras mais fortes isto aconteceu.

- Nem a ditadura de Pinochet (Augusto Pinochet, ditador chileno na década de 70), que foi a mais sangrenta de todo o continente, violou uma embaixada - disse o presidente.


Jobim: Guerra contra Honduras é 'inviável'

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou nesta segunda-feira, no Rio, que toda a negociação do sítio à Embaixada brasileira em Honduras está sendo feita pelo Ministério das Relações Exteriores, e que está descartada qualquer solução que envolva a sua pasta.

- Isso só ocorreria se declarássemos guerra, o que é inviável - declarou.

Jobim comentou, ainda, acreditar em uma solução negociada para a crise no país da América Central e que, na pior das hipóteses, o Itamaraty terá que acionar um plano para retirar os brasileiros que vivem em Honduras. Segundo o ministro, isso aconteceria sem maiores problemas.


Fonte: Agências internacionais.

CERTIDÃO DE NASCIMENTO DE UMA DITADURA


Neste domingo o governo hondurenho editou decreto que suspende por 45 dias a liberdade de expressão, de associação e de trânsito, além de vedar reuniões públicas não autorizadas pelo polícia ou o exército.

O decreto autoriza ainda prisões sem mandados. Veja sua íntegra:

"El gobierno de la República al pueblo hondureño comunica lo siguiente: Que para garantizar la paz y el orden público en el país y debido a los llamados a la insurrección hechos de manera pública por el señor Manuel Zelaya Rosales, en aplicación de algunas de las medidas contenidas en el Decreto Ejecutivo número PCM-M-O16-2009 para evitar afectar a las grandes mayorías de la población hondureña que no están comprometidas con los grupos de manifestantes violentos afines al señor Zelaya ha decidido establecer como medidas alternativas las siguientes:

1) Restringir toda reunión pública no autorizada por las correspondientes autoridades. Queda facultada la Policía Nacional con el apoyo de las Fuerzas Armadas ha disolver cualquier reunión o manifestación que no se encuentre debidamente autorizada, o habiendo sido autorizada alteren el orden publico, la paz y la tranquilidad social.

2) Impedir la emisión por cualquier medio hablado, escrito o televisado de manifestaciones que atenten contra la paz, el orden público o que ofendan la dignidad humana a los funcionarios públicos o atenten contra la ley y las resoluciones gubernamentales. CONATEL, a través de la Policía Nacional y las Fuerzas Armadas queda autorizada para suspender inmediatamente cualquier radioemisora, canal de televisión, o sistema de cable que no cumpla en su programación con las presentes disposiciones.

3) Para la protección de la vida humana se ordena a las autoridades legalmente constituidas detener a toda persona que ponga en peligro su propia vida y la de los demás remitiéndola inmediatamente a la orden del fiscal correspondiente.

4) Se ordena el desalojo de todas las instalaciones físicas de las instituciones públicas que hayan sido ilegalmente tomadas por grupos de personas de cualquier naturaleza.

5) Finalmente, le hacemos un llamado a todos los grupos de manifestantes afines al señor Zelaya para que depongan sus actitudes de provocación y acaten las presentes disposiciones por lo cual ayudarán a crear el clima propicio para llegar al dialogo nacional, promovido por el gobierno de la República. En cumplimiento del art. 187 de la Constitución de la República que regula la restricción o suspensión de derechos, en esta misma fecha se ha enviado al soberano Congreso Nacional el Decreto Ejecutivo número PCM-M-O16 publicado el sábado 26 de Septiembre de 2009 en el diario oficial La Gaceta número 3224 para que lo ratifique, modifique o impruebe.

Rogamos a la ciudadanía su comprensión, su paciencia y su colaboración con estas medidas que se toman con el único propósito de proteger la tranquilidad, la vida y los bienes de las personas.

Dado en la Presidencia de la República a los 27 días del mes de Septiembre de 2009"


Já vi esse filme...



LULA REJEITA AMEAÇAS DOS GOLPISTAS DE HONDURAS


Lula rejeita ameaças de “usurpadores do poder” em Honduras. Golpistas suspendem liberdades.

27/09/2009

“O governo brasileiro não acata ultimato de um golpista e nem reconhece o governo de (Roberto) Micheletti como um governo interino. (…) A palavra correta é golpista, usurpadores de poder; e o governo brasileiro não negocia com eles”. Foi assim que o presidente Lula reagiu ontem ao ultimato emitido no sábado pelo governo de Honduras, para que o Brasil esclareça em até dez dias a situação do presidente deposto naquele país, Manuel Zelaya, abrigado na embaixada brasileira desde o dia 21. Segundo Lula, qualquer negociação com Micheletti, representante dos golpistas no comando do governo, compete agora ao Conselho de Segurança da ONU ou à Organização dos Estados Americanos (OEA), que repudiaram o golpe praticado em Honduras no fim de junho.

“O Brasil não tem que conversar com estes senhores que usurparam o poder. Se a ONU ou a OEA fizer um pedido ao Brasil, poderemos simplesmente acatar esse pedido, mas não desses senhores”, afirmou Lula, em entrevista durante visita à Venezuela.

O presidente observou que poucas vezes houve tanto consenso de repúdio a um governo quanto na condenação aos golpistas de Honduras.

“É toda a América do Sul, toda a América Latina, toda a Europa e os Estados Unidos. É toda a África e a Ásia. Não tem um único governo no mundo defendendo este golpista”.

Lula disse ainda que o líder hondurenho deposto é “o presidente legítimo de Honduras” e que seu status é “hóspede da Embaixada do Brasil” em Tegucigalpa.

“Zelaya foi expulso do poder da maneira mais vergonhosa possível”, afirmou Lula.

“Para mim, a solução é simples: os golpistas devem sair do palácio presidencial. Zelaya deve retornar ao poder e se deve convocar eleições”.

O presidente brasileiro também observou que os golpistas violariam todas as normas internacionais se entrassem à força na embaixada do Brasil, cercada há uma semana por forças militares.

Liberdades suspensas

O comunicado que provocou a reação de Lula foi emitido pelo ministério hondurenho de Assuntos Exteriores e ameaçava a adoção de “medidas adicionais”, não citadas, caso o Brasil não esclareça em até dez dias se Zelaya é asilado, hóspede ou um amigo. Numa espécie de desdobramento do ultimato, na noite passada o governo hondurenho ameaçou retirar o status diplomática da embaixada brasileira, embora reafirmasse a disposição de não invadi-la.

Também neste domingo o governo hondurenho editou decreto que suspende por 45 dias a liberdade de expressão, de associação e de trânsito, além de vedar reuniões públicas não autorizadas pelo polícia ou o exército. O decreto autoriza ainda prisões sem mandados. Horas antes, o governo impediu a entrada de cinco diplomatas e funcionários da Organização dos Estados Americanos enviados ao país para preparar uma missão mediadora da crise política. Eles foram detidos no aeroporto da capital e deportados. Três espanhóis localizados no país foram expulsos.

Espanha, México, Argentina e Venezuela já suspenderam relações com Honduras e receberam pedidos dos golpistas para remover as bandeiras e distintivos oficiais.


Fonte: Brasília Confidencial

sábado, 26 de setembro de 2009

CARPE DIEM

BEM VINDO À HOLANDA!

Freqüentemente sou solicitada a descrever a experiência de dar à luz uma criança com deficiência. É uma tentativa de ajudar pessoas, que não tem com quem compartilhar essa experiência única, a entendê-la e imaginar como é vivenciá-la.

Seria como...

Ter um bebê é como planejar uma fabulosa viagem de férias para a Itália! Você compra montes de guias e faz planos maravilhosos! O Coliseu. O Davi de Michelangelo. A s gôndolas em Veneza. Você pode até aprender algumas frases simples em italiano. É tudo muito excitante.

Após meses de antecipação, finalmente chega o grande dia! Você arruma suas malas e embarca. Algumas horas depois você aterrissa.

O comissário de bordo chega e diz: - "BEM VINDO À HOLANDA!"

"Holanda!? Diz você, o que quer dizer Holanda?!? Eu escolhi a Itália! Eu devia ter chegado à Itália. Toda a minha vida eu sonhei em conhecer a Itália." Mas houve uma mudança de plano de vôo. Eles aterrissaram na Holanda e é lá que você deve ficar.

A coisa mais importante é que não te levaram a um lugar horrível, desagradável, cheio de pestilência, fome e doença. É apenas um lugar diferente. Logo , você deve sair e comprar novos guias. Deve aprender uma nova linguagem. E você irá encontrar todo um novo grupo de pessoas que nunca encontrou antes.

É apenas um lugar diferente. É mais baixo e menos ensolarado que a Itália. Mas, após alguns minutos, você pode respirar fundo e olhar ao redor... e começar a notar que a Holanda tem moinhos de vento, tulipas e até Rembrandts e Van Goghs.

Mas, todos que você conhece estão ocupados indo e vindo da Itália e estão sempre comentando sobre o tempo maravilhoso que passaram lá. E por toda a sua vida, você dirá: "Sim, era onde eu deveria estar. Era tudo o que eu havia planejado." E a dor que isso causa, nunca, nunca irá embora. Porque a perda desse sonho é extremamente significativa.

Porém... se você passar a sua vida toda remoendo o fato de não haver chegado a Itália, nunca estará livre para apreciar as coisas belas muito especiais... sobre a Holanda.


1987 por Emily Perl Knisley.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

DAVID CONTRA O GOLIAS GOLPISTA DE HONDURAS

Oscar David de Montesinos: menino de 10 anos que desafiou Micheletti e seu governo golpista.






Comente e divulgue!

PRECEDENTE PERIGOSO E AUMENTO DO NÚMERO DE VEREADORES NO BRASIL. TEM MUITA RAPOSA PARA POUCA GALINHA...


EMENDA À CONSTITUIÇÃO FEDERAL

Congresso promulga PEC dos Vereadores

EC nº 58 prevê retroatividade das regras eleitorais de 2008 e aumento em cerca de 7 mil do número de vagas nas câmaras de vereadores


O Congresso Nacional promulgou nesta quarta-feira (23/09) a Emenda Constitucional nº 58/09, com base em duas propostas: uma aumenta o número de vereadores do país (PEC 336/09) e outra reduz os percentuais máximos de receita que os municípios podem gastar com a Câmara de Vereadores (PEC 379/09). A Emenda Constitucional nº 58 foi publicada no DOU desta quinta-feira (24/09).

As propostas, ambas do Senado, foram aprovadas em segundo turno nesta terça-feira (22/09) pela Câmara.

A PEC 336 aumenta o número de vereadores dos atuais 51.924 mil para 59.267 mil, recriando 7.343 cargos de vereadores que haviam sido extintos em 2004, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que estabeleceu o número de vereadores de cada município com base em 36 faixas.

O texto altera o inciso IV do caput do artigo 29 da Constituição federal, instituindo 24 faixas de composição das câmaras de vereadores. A primeira fixa o número de nove representantes para municípios de até 15 mil habitantes, enquanto a última prevê o número máximo de 55 vereadores para cidades com mais de oito milhões de moradores.

A emenda constitucional prevê ainda efeitos retroativos para a composição das câmaras, que passa a valer a partir do processo eleitoral de 2008.

Já para o aumento dos gastos com as câmaras dos vereadores, permanecerá o texto aprovado pelo Senado, mantendo-se a regra atual prevista no artigo 29-A da Constituição, que usa a população como referência para a aplicação dos percentuais. O primeiro texto aprovado pela Câmara, em 2008, mudava a fórmula de cálculo das despesas, que passaria a ser com base na receita anual dos municípios.

No entanto, em vez das atuais quatro faixas percentuais previstas na Constituição, a emenda promulgada divide a população em seis faixas, para ajustar a redução de gastos para o legislativo municipal.

Dos atuais 5.564 municípios brasileiros, a maioria (5.312) tem até 100 mil habitantes. Pela regra atual, podem ser gastos até 8% da receita anual com o legislativo local, que terá, a partir de agora, que limitar suas despesas a 7% das receitas.

As novas regras para gastos das câmaras de vereadores passam a vigorar a partir de janeiro de 2010.

Retroatividade

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, classificou como um "precedente gravíssimo" retroagir a 2008 as regras eleitorais para garantir a possibilidade de posse dos vereadores suplentes. "Retroagir para os atuais mandatos é jogar contra a democracia, pois uma de nossas grandes conquistas foi fixar o Princípio da Anterioridade no que se refere ao processo eleitoral. As regras eleitorais, por sua importância, devem ser conhecidas um ano antes dos pleitos. Jamais, em hipótese alguma, dois anos depois", afirmou Britto.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

O "SENHOR VOTO VENCIDO"


Ministro Marco Aurélio.


Esse é “o cara”. Esse é o Juiz. Com seis dele no STF evoluiríamos cem anos em um em Direitos Humanos. Palavras dele sobre uma adolescente que esteve foi presa no Pará em uma cela com mais de 20 homens. “Chega-se com facilidade à conclusão de que é o próprio Estado brasileiro que desonra a Constituição Federal”, disse. “Por quanto tempo ainda o Brasil ostentará, sem demonstrar preocupação ou vergonha, o título de líder em concentração de renda, mesmo que a ninguém mais escape a certeza de ser a pobreza tanto causa como conseqüência da violação de direitos humanos.”


Em novembro completará 31 anos honrando o judiciário nacional. Ministro Marco Aurélio Marco Aurélio Mendes de Farias Mello , o “Senhor Voto Vencido", o Juiz.

sábado, 19 de setembro de 2009

QUANDO FALA O CORAÇÃO...


"Existem certos momentos da vida nos quais não encontramos as palavras. É quando o coração fala por nós."

(Paulo da Vida Athos)

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

II CAMINHADA PELA LIBERDADE RELIGIOSA NO RIO DE JANEIRO. 20 DE SETEMBRO DE 2009


Rio de Janeiro, setembro de 2009 - A caminhada será no dia 20 de setembro, às 10 horas, com concentração no Posto 6, na praia de Copacabana.

Vista a camisa da liberdade religiosa e junte-se aos demais irmãos de outros segmentos religiosos. Chega de intolerância e violência em nome da fé!

LULA ACERTOU: ERA MAROLINHA MESMO.


Presidente Lula é citado em matéria so Le Monde.


Adicionar vídeo

Ao prever que o tsunami da crise mundial provocaria apenas uma "marolinha" no Brasil, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve uma visão "bastante correta", afirmou o jornal francês Le Monde, em artigo publicado ontem, intitulado "A retomada da expansão mundial repousa sobre os Brics", referindo-se ao grupo de países formado por Brasil, Rússia, Índia e China.


O Bric, diz o artigo, é depositário da esperança "de que a fase de recuperação de seus níveis de vida ante os dos países ocidentais vai se acelerar". Diz também que seus modelos de crescimento, até o presente essencialmente baseados nas exportações (...), vão progressivamente dar lugar a um novo modo de desenvolvimento, que enfatize a demanda interna".


Sobre o Brasil, o jornal ressalta o fato de a recessão ter durado apenas um semestre - o quarto trimestre de 2008 e o primeiro trimestre deste ano. "Atingido pela recessão mais tarde do que a maior parte dos países, o Brasil saiu dela mais cedo", afirma o artigo, chamando atenção não apenas para o crescimento de 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre, mas também para a recuperação da Bolsa e do real ante o dólar e o euro.


"A rápida recuperação do Brasil aponta para a correção da estratégia adotada pelo governo, centrada na sustentação do mercado interno. A redução de impostos de automóveis e eletrodomésticos mantiveram as vendas nesses dois importantes setores industriais", afirma o artigo, que destaca também a atuação do Banco Central (BC) ao irrigar o mercado e a resistência da confiança dos consumidores.


As informações são do jornal O Estado de S.Paulo

Meu filho

Tenho em minha vida o homem mais doce que existe, meu filho. Quem tem a felicidade de conhecê-lo, sabe disso. Um cara amigo, leal, com ...