Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2008

MEUS AMIGOS SECRETOS

Imagem
Meus secretos amigos


por Garth Henrichs

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles. A amizade é um sentimento mais nobre que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida m outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade, e eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morridos todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências... A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida. Mas porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar! Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos.Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não…

JANGO FOI ASSASSINADO?

Imagem
MPF começa a investigar suposto assassinato de Jango







Rio de Janeiro, 21 fev (EFE). O Ministério Público Federal (MPF) começará a investigar amanhã a morte do ex-presidente João Goulart, e as partes litigantes se propõem a expor o caso como mais um dos crimes das ditaduras sul-americanas, segundo familiares de Jango. A primeira audiência deve acontecer amanhã na Procuradoria Regional da República na 4ª região (sede em Porto Alegre). "Queremos conscientizar a Procuradoria sobre a importância que tem tudo isto", explicou à Agência Efe o advogado Christopher Goulart, neto de Jango e encarregado de representar a família no processo civil. "Não se trata apenas de uma investigação sobre a morte do ex-presidente Jango, o que tem uma importância histórica, mas também trata o tema dos direitos humanos nos países da América do Sul", acrescentou Christopher. Segundo o advogado, a família Goulart acredita que o processo pode levar à denúncia de outros casos de pessoas perseguidas…

MILÍCIAS, A SEMENTE DO MAL: PODER PÚBLICO É RESPONSÁVEL.

Imagem
Disputa por comando


Cabral sobre milícias: 'poder público abandonou essas comunidades'

RIO - O secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, disse que o 9º BPM (Rocha Miranda) vai manter um policiamento na entrada da favela Palmeirinha e num ponto de saída da comunidade. A milícia que controlava a favela foi presa na sexta-feira e, no domingo, um bando armado invadiu a favela agredindo moradores e teria seqüestrado duas pessoas . Segundo Beltrame, este "é o policiamento que podemos ter ali neste momento. A milícia é um perigo assim como o tráfico. Temos que combater os dois. Se combatermos um e outro entrar, a polícia tem que ir retirar". O governador Sérgio Cabral também comentou o problema.
- O poder público abandonou essas comunidades. Então, lá nessas comunidades, não tem escola, não tem esgoto, não tem posto de saúde e também não tem segurança. Ou é o tráfico de drogas ou é a milícia. Nós estamos invertendo isso. Não é fácil, mas estamos no caminho certo…

ACRÓSTICO II

Imagem
PAULO ATHOS ACRÓSTICO

por Odemar Leotti*


Pausas, passagens, paradas, pensares, pulsares mais e menos fortes,

Atalhos redemoinhos espirais, ponto incógnito, pontos incapturáveis

Uivos, urros, uma voz fala consigo mesmo e não mais se lê como antes

Leituras múltiplas que fogem de nosso controle levada pelo corpo

Ocultações a si mesmo. Fugas e perdições e o fervilhar embaralhado



Atonicidades sempre existiram e não espantam mais os viajantes

Todas as estradas pertencem somente a quem sempre viaja

Honrar a vida é fabricá-la em várias viagens para fora dela

Ornamentá-la quando prazerosa, cheirosa e gostosa.

Suspendê-la quando viçosa e sem o brilho de um amanhecer.
*Mestre em História Socialpela Unicamp em 1998, lotado no Departamento de História da Universidade de Mato Grosso, escreve para o jornal O REBATE, a quem agradeço a imerecida homenagem.

MILÍCIA: A SEMENTE DA FARC CARIOCA, UMA SEMENTE DO MAL

Imagem
O poder das milícias no Rio de Janeiro



Clique aqui e veja o vídeo.

Gravações telefônicas feitas pela polícia revelam os bastidores de um poder paralelo que se espalhou pelo Rio: as milícias, grupos controlados por policiais-bandidos, responsáveis por extorsões e homicídios. Você vai ver o depoimento de um homem que resolveu desafiar a lei imposta pelas milícias e pagou caro por isso. Não se trata de roubo de carros. É muito pior. Carrões em uma favela? São de policiais. Um Omega importado blindado? O dono é um simples soldado. Um Vectra prateado? De outro soldado. São policiais que fazem parte de uma milícia no Rio de Janeiro, uma atividade muito rentável, ilegal e brutal. Para um policial prender um colega gera constrangimento, além de uma duvida técnica: atrás ou na frente? Onde levá-lo? "Quando o negão vai entrar no camburão? Ele é 'polícia'", disse um policial. A cortesia de ir na frente não é estendida a outros presos. Em uma operação, realizada na sexta-feira (22), …

I SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE A TORTURA

Imagem
O Seminário

Devido ao grande número de inscritos, o 1º Seminário Internacional sobre a Tortura foi transferido para o Auditório Ariosto Mila - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - FAU-USP
Endereço: Rua do Lago, 876 - Cidade Universitária - São Paulo - SP
Clique aqui para ver o mapa do local.
O Seminário Internacional sobre a Tortura, que ocorrerá nos dias 25, 26 e 27 de Fevereiro de 2008, tem por objetivo promover uma ampla discussão sobre a tortura e seus mitos. Dois fatores simultâneos motivam a realização deste seminário: 1) o retorno da discussão sobre a "eficácia" da tortura, ainda que em determinadas condições como, por exemplo, a "guerra contra o terror", onde diante de um perigo iminente a tortura seria justificada para extrair informações que poderiam evitar danos maiores (argumento da "ticking bomb"); 2) a sobrevivência da tortura, mesmo vinte anos após o retorno à democracia, no interior das instituições brasileiras que deveriam garantir o cump…

CRIANÇAS ABANDONADAS E COM FOME: NENHUMA É CUBANA!

Imagem
A RENÚNCIA DE FIDEL

Fidel Castro, 81, renunciou às suas funções de presidente do Conselho de Estado de Cuba e Comandante-em-Chefe da Revolução. Entregue aos cuidados de sua saúde, prefere manter-se fora das atividades de governo e participar do debate político – que sempre o encantou – através de seus artigos na mídia. Permanece, porém, como membro do Birô Político do Partido Comunista de Cuba. No próximo domingo, 24, Raúl Castro, 77, será eleito pelos novos deputados da Assembléia Nacional para ocupar as funções de primeiro mandatário de Cuba. Esta é a segunda vez que Fidel renuncia ao poder. A primeira ocorreu em julho de 1959, sete meses após a vitória da Revolução. Eleito primeiro-ministro, entrou em choque com o presidente Manuel Urrutia, que considerou radicais as leis revolucionárias, como a reforma agrária, promulgadas pelo conselho de ministros. Para evitar um golpe de Estado, o líder cubano preferiu renunciar. O povo saiu às ruas em seu apoio. Pressionado pelas manifestações,…

A HISTÓRIA DE UM PAÍS QUE QUER EXISTIR

Imagem
HISTÓRIA E MEMÓRIA
Sobre a Bolívia, a história de um país que quer existir

A tragédia se repete, girando como um peão: há cinco séculos, a fabulosa riqueza da Bolívia amaldiçoa os bolivianos, que são os pobres mais pobres da América do Sul. "A Bolívia não existe": não existe para seus filhos. A análise é do escritor uruguaio Eduardo Galeano. Uma imensa explosão de gás: esse foi o desfecho popular que sacudiu toda a Bolívia e culminou com a renúncia do presidente Sánchez de Lozada, que fugiu (em 17/10/2003), deixando atrás de si um rastro de mortos. O gás iria ser enviado para a Califórnia, a preço ruim e a troco de mesquinhas regalias, através de terras chilenas que em outros tempos haviam sido bolivianas. A saída do gás por um porto do Chile colocou sal na ferida, em um país que há mais de um século vem exigindo, em vão, a recuperação do caminho para o mar que perdeu em 1883, na guerra vencida pela Chile. A rota do gás, no entanto, não foi o motivo mais importante da fúria que…

DON JUAN DE MARCO

Imagem
DON JUAN DE MARCO*


(Have You Ever Really Loved a Woman? - Bryan Adams)


Para realmente amar uma mulher, para compreendê-la. Você precisa conhecê-la profundamente por dentro, Ouvir cada pensamento - ver cada sonho, E dar-lhe asas - quando ela quiser voar. Então, quando você se achar repousando, Desamparado em seus braços, Você saberá que realmente ama uma mulher...
Quando você ama uma mulher, Você lhe diz que ela realmente é desejada. Quando você ama uma mulher, Você lhe diz que ela é a única, Pois ela precisa de alguém para dizer-lhe Que vai durar para sempre!
Então diga-me: você realmente, Realmente... já amou uma mulher?
Para realmente amar uma mulher, Deixe-a te segurar Até que você saiba como ela precisa ser tocada. Você precisa respirá-la - realmente provar o gosto dela Até você possa sentí-la em seu sangue. E quando você puder ver suas crianças Que ainda não nasceram, dentro dos olhos dela, Você saberá que realmente ama uma mulher...
Você precisa dar-lhe um pouco de confiança - segurá-la bem a…

GUERRA INSANA E POLÍTICA DE SEGURANÇA CRIMINOSA

Imagem
A ROCINHA PEDE PAZ





Cerca de 400 pessoas fazem homenagem e protesto no enterro de menina assassinada.



Rio - “A Rocinha chora por mais uma de nossas crianças estupidamente assassinadas. Justiça e paz”. O lamento estava estampado em 200 camisas distribuídas pela família de Ágatha Marques de Souza, 11 anos, morta com um tiro no peito dentro de casa na sexta-feira na Rocinha, durante uma operação da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). Aproximadamente 400 pessoas acompanharam o enterro, ontem, muitas com balões brancos nas mãos, no Cemitério São João Batista, no fim da tarde. Várias crianças participaram com cartazes e faixas de protesto e indignação pela morte da garota. Cerca de 100 vans e ônibus e centenas de motos com faixas de protesto acompanharam o cortejo, que percorreu a orla do Rio. Muitos veículos estavam com fotos de Ágatha no painel ou com fitas pretas amarradas nos retrovisores e antenas. Durante o trajeto, houve salva de palmas diversas vezes.O corpo da menina foi vela…

ARRE! SE COM JUIZ É ASSIM, IMAGIMEM COM O POVO...

Imagem
O juiz, a polícia e o malandro.




por Roberto Schuman*


Segunda-feira de carnaval. Saí de casa por volta das das 22 horas para encontrar a namorada na porta do Circo Voador, na Lapa. Ao chegar, deixei o táxi ao celular, para tentar localizá-la. Além de tênis, bermuda e camisa, usava um chapéu, desses vendidos em todos os cantos da cidade a 5 reais. Presente da namorada. Coisa de mulher.

Atravessei a rua e quase fui atropelado por um camburão, luzes e lanternas apagadas, com a inscrição Core (Coordenadoria de Recursos Especiais, unidade especial da Polícia Civil do Rio). No mesmo momento, o motorista gritou: “Ô, malandro!” Assustado, dei um pulo para a calçada, pedi desculpas e virei as costas, ainda ao celular.

Percebi, então, que a viatura andava ao meu lado, com três policiais de preto. E escutei, em alto e bom som: “Saia da rua, seu malandro e bêbado!” Neste momento, reagi. Isso não é jeito de tratar as pessoas na rua. “Não sou bêbado nem malandro. Se vocês não estiverem em operação, está…