Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2007

COMANDOS VERMELHOS DO BRASIL

Imagem
COMANDOS VERMELHOS DO BRASIL
(Dos porões aos salões)


Se Johanes Vieira é um dos remanescentes do grupo inicial do Comando Vermelho (inicialmente Falange Vermelha), você estará prestes a ler o maior escândalo da história do Brasil. O autor está morrendo. E resolveu contar tudo.

Da vida nos presídios ao dia-a-dia do tráfico. Da boca de fumo às grandes negociações com o crime organizado internacional. Do primeiro assalto a carro blindado ao seqüestro de Roberto Medina. "Comandos Vermelhos do Brasil" traz a visão de quem passou a vida no mundo do crime. Trata-se, portanto, de um relato muito mais intrínseco do que qualquer reportagem ou documentário sobre o assunto.

Johanes consegue nos colocar bem ali "onde rola a parada", como ele mesmo diz. É quase como se estivéssemos dentro dos lugares que fizeram parte de sua vida: desde a favela e a prisão até as suntuosas mansões dos líderes do tráfico mundial. Do lixo ao luxo. Com a onipotência de quem pode mandar matar ou solta…

PIMENTA NOS OLHOS DOS FILHOS DOS OUTROS É REFRESCO...

Imagem
Siro: Defensores da antecipação da maioridade penal agem de forma diferente quando parente comete crime.


RIO - Em debate ao vivo na tarde desta terça-feira no GLOBO ONLINE para discutir os principais pontos abordados na série "Dimenor: os adultos de hoje" - que tratou de toda uma geração de menores de idade infratores que já chegou à maioridade -, os desembargadores Siro Darlan e Alyrio Cavallieri afirmaram que são contra a antecipação da maioridade penal. O desembargador Siro Darlan disse que os mesmos que defendem a redução da maioridade penal, quando se vêem diante de um crime na sua família, agem de forma diferente. Siro afirmou que quando um jovem da classe média comete algum crime, como o de agressão à doméstica Sirlei na Barra da Tijuca, ocorrido em 23 de junho deste ano, a primeira coisa que os pais fazem é tentar justificar o ato de seus filhos, afirmando que eles não estão totalmente amadurecidos. O desembargador aposentado Cavallieri, que atuou como juiz…

MENORIDADE PENAL: PROPAGANDA ENGANOSA

Imagem
BRASÍLIA - O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, afirmou nesta segunda-feira que o Legislativo vai cometer um grande equívoco se confirmado o relatório do deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a favor da redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. Segundo ele, a proposta é uma "propaganda enganosa". - Endurecer a pena não resolve. Durante a ditadura militar, chegou-se a estabelecer no país a pena de morte para coibir atos subversivos. E por isso acabaram os atos subversivos cometidos naquela época? - perguntou Britto. Para o presidente nacional da OAB, não é a dureza da pena que desestimula o bandido a praticar crimes, "mas sim é a sensação da impunidade que o estimula a cometê-los". Na opinião dele, a solução para se reduzir os altos índices de violência passa pela existência de um Estado mais presente e participativo, provedor de saúde, educação e segurança, e capaz de inibir a sensaç…

SÉRIE "DIMENOR" EM DEBATE NO GLOBO ONLINE

Imagem
RIO DE JANEIRO - Para discutir os principais pontos abordados na série "Dimenor: os adultos de hoje" - que tratou de toda uma geração de menores de idade infratores que já chegou à maioridade -, O Globo e O GLOBO ONLINE realizam um debate na internet, nesta terça-feira. Os desembargadores Siro Darlan e Alyrio Cavallieri, este último aposentado, debaterão o assunto no GLOBO ONLINE, das 15h às 17h. Os dois atuaram como juízes da infância e da adolescência. Veja fotogaleria dos personagens da série Dimenor Os internautas vão poder participar do chat enviando perguntas durante o debate. As questões serão selecionadas pelo jornalista Luiz Filipe Barboza, coordenador da Editoria Rio do GLOBO ONLINE, e respondidas pelos debatedores. Durante o debate, também será possível participar de uma pesquisa sobre a antecipação da maioridade penal. A moderadora do bate-papo será a repórter investigativa Vera Araújo. Uma das autoras da série de reportagem, Vera acumula 20 anos de profissão. Con…

SÉRIE "DIMENOR" EM DEBATE NO GLOBO ONLINE'Dimenor' em debate no Globo Online

RIO - Para discutir os principais pontos abordados na série "Dimenor: os adultos de hoje" - que tratou de toda uma geração de menores de idade infratores que já chegou à maioridade -, O Globo e O GLOBO ONLINE realizam um debate na internet, nesta terça-feira. Os desembargadores Siro Darlan e Alyrio Cavallieri, este último aposentado, debaterão o assunto no GLOBO ONLINE, das 15h às 17h. Os dois atuaram como juízes da infância e da adolescência. Veja fotogaleria dos personagens da série Dimenor Os internautas vão poder participar do chat enviando perguntas durante o debate. As questões serão selecionadas pelo jornalista Luiz Filipe Barboza, coordenador da Editoria Rio do GLOBO ONLINE, e respondidas pelos debatedores. Durante o debate, também será possível participar de uma pesquisa sobre a antecipação da maioridade penal. A moderadora do bate-papo será a repórter investigativa Vera Araújo. Uma das autoras da série de reportagem, Vera acumula 20 anos de profissão. Confira a meto…

AS ESTRELAS E OS ANIMAIS DES-ALADOS

Imagem
AS ESTRELAS E OS ANIMAIS DES-ALADOS
Odemar Leotti* As estrelas nunca deixam de brilhar. O que existe só um impedimento aos olhares. O mais lindo é a imagem de sua existência que fica no nosso pensar e que nos dá fé da volta de seus brilhos. O mais triste são os que não olham para o céu. Para eles é indiferente se estão ou não lá. Elas sorriem para quem as olham. Já observou uma criança olhando para elas? Dá uma inveja da capacidade de absorção de seu olhar. Sempre mostro as estrelas para a minha Fernandinha e quando olha, ela não mais me vê. Fico com vontade de chorar de tanta graça que vejo naquele olhar. Às vezes assusto com a total entrega. É uma entrega total ao olhar. Fico pasmo com a o maravilhamento naquele olhar. Não sorri. Não fica falando ó que linda. Não tenta contar para ninguém, não fica falando que curte as estrelas. Não fala mal de quem não olha. Não tenta escrever nada sobe o que viu. Absorve-se em seu mistério. Toma-se em seu desejo e vai-se da gente. Parece que só a i…

POLÍTICA DA BALA NA NUCA NÃO É SEGURANÇA PÚBLICA

Imagem
'A boa polícia não é a do Tropa de Elite', diz ministro da Secretaria de Direitos Humanos
RIO - Em entrevista ao jornal "O Globo" deste domingo, o ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, condenou o alto número de mortes em operações da polícia do Rio. Vannuchi fez referência ao filme "Tropa de Elite" e disse que a boa polícia não é a retratada pelo filme. O ministro também fez duras críticas às instituições do Pará pelo caso da menina presa com 20 homens numa cela e não poupou nem a governadora Ana Júlia, do PT, partido do governo Lula. Sobre o suposto apoio popular à violência policial, Vanuchi diz que ele não deve ser considerado pelo Estado, e justificou fazendo referência ao Nazismo. - A boa polícia, que não é a do "Tropa de Elite", é a capaz de ser eficiente, de combater o crime organizado e que, quando mata, mata em combate. Não mata com tiro na nuca. Não podemos entrar na idéia de que qualquer método é valido. O …

DIREITO PENAL DO INIMIGO: GRAMPO NO TELEFONE DE ADVOGADOS

Imagem
OAB-AC repele “grampo” em telefones de advogado





Rio Branco (AC), 08/12/2007 - Mais de cinqüenta advogados realizaram um protesto em frente ao Fórum Barão do Rio Branco contra o “grampo” feito nos telefones do advogado Sérgio Farias por decisão do juiz Marcelo Coelho, a pedido do Ministério Público Estadual (MPE). Organizado pela Seccional do Acre da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AC), a manifestação começou com a leitura de uma nota onde os advogados ressaltaram que o magistrado ignorou a legalidade no procedimento, desprezou o papel da advocacia para a sociedade e amesquinhou a prestação da tutela jurisdicional, esquecendo-se que "a Constituição Federal manda respeitar o advogado por ser indispensável à administração da Justiça".

Em seguida, o grupo seguiu para o Tribunal de Justiça, onde entregou a presidente Izaura Maia, uma representação contra o juiz Marcelo Coelho, na qual pedem rigorosa e imparcial apuração das denúncias por meio da Corregedoria de Justiça do Tribu…

OS POBRES E A ASSISTÊNCIA ESTATAL NO RIO DE JANEIRO

Imagem
Estado trocará blindados

Secretaria de Segurança anuncia licitação para comprar oito veículos.

Quatro estão parados.






Rio - Para renovar a frota de blindados desgastados e obsoletos, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, anunciou uma licitação internacional, com edital previsto para o próximo dia 19, para a compra de oito novos Caveirões. A maioria dos 12 blindados, usados excessivamente em áreas de risco e intenso confronto, está no fim da vida útil e já não suporta mais passar por reparos. Na operação de quarta-feira, no Complexo da Penha, quatro dos oito veículos usados quebraram.Ontem, os veículos foram mandados para oficinas. O secretário não descarta a possibilidade de pedir autorização ao Tribunal de Contas do Estado para dispensar a licitação e devolver os blindados mais imediatamente às ruas. Eles precisarão estar recauchutados para enfrentar o armamento pesado de traficantes, pelo menos até a chegada dos novos carros, o que não deve acontecer antes do meio do ano q…

SÉRIE DIMENOR (OU O NOSSO DESCASO MAIOR)

Imagem
Mais da metade dos menores infratores morreu ou cometeu outros crimes
RIO - O ano marcado pela trágica morte do menino João Hélio, que levou para o Congresso Nacional a discussão sobre a redução da maioridade penal, é também o primeiro para uma geração que, por ter completado 18 anos, não pode mais dizer: "Sou dimenor". A partir deste domingo, o jornal "O Globo" revela, numa série de reportagens, o retrato atual dos jovens que responderam aos mais de cinco mil processos abertos na Vara da Infância e Juventude do Rio, em 2000. Inédita no país, a pesquisa, feita pelos repórteres durante um ano, põe em xeque o sistema de aplicação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), tanto na proteção dos menores quanto do restante da sociedade: dos 2.363 adolescentes infratores atendidos pelo estado na época, nada menos que 1.243 (52,6%) já foram flagrados cometendo crimes como adultos ou estão mortos. Em sua maioria, são casos semelhantes ao de Anderson (nome fictício), d…

BRASIL: MAIS DE UM MILHÃO DE MORTES VIOLENTAS EM UM ANO

Imagem
ÍNDICE MORTAL.


Pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que uma das causas do aumento da sobremortalidade masculina são os óbitos por causas externas (ou violentos), mais freqüentes entre os homens do que entre as mulheres. Dados do Ministério da Saúde mostram que, no Brasil, em 2005, houve 1.003.005 óbitos e 12,5% deles (125.816) foram por causas externas. Entre estes, 83,5% (105.062) ocorreram na população masculina. Comparando suas projeções demográficas com o número de óbitos registrados nos cartórios brasileiros, o IBGE estima que, em 2005, 15,6% das mortes ocorridas podem não ter sido registradas (sub-registro). Da mesma forma, em relação às estatísticas do Ministério da Saúde, o IBGE estima que 13,7% dos óbitos em hospitais, em 2005, podem não ter sido notificados (sub-notificação). Em relação ao grupo etário dos 20 aos 29 anos, esses indicadores seriam, respectivamente, de 20,0% e de 34, 4%. No grupo etário dos 20 aos 29 anos, ocorreram 35…

A TRAMA E O DRAMA

Imagem
A trama e o drama.


Odemar Leotti*


Eis a nossa herança. Pisamos barro pra amassar o pão. E o desejo de viver nunca pôde nem acontecer. Ele já nasce aprendido que é dever de todos servir o patrão. Já nasce massacrado nosso desejo de viver. Mascarado numa trama da lama. Trama que não faz a vida acontecer. Crianças do morro assassinadas de montão. Morro por morar no morro. Morro de tristeza, onde a vida não dá moleza. Bala perdida. Todas as balas são perdidas. Que tristeza achar que a bala que acerta o alvo não é perdida. Não há balas que não sejam perdição. Só na nossa mão que a bala é contravenção. É o crime do Estado que é perdoado. A bala mata criança. O Estado mata também. Mata quando privilegia filho de bacana. Mata filho na barriga da mãe, nas maternidades de pobre que é o barracão. Na escola de pobre que ensina a escravidão. Na porta da escola que faz dela mula da perdição. No emprego que não dão e quando dão é a preço de escravidão. É meu irmão. É isso ai meu irmão. Nós já nascemo…