Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2009

SENHOR GOVERNADOR SERGIO CABRAL, NÓS, OS ADVOGADOS, SOMOS CRIMINALISTAS. NÃO SOMOS CRIMINOSOS.

Imagem
Somos criminalistas, não criminosos.


Por Paulo da Vida Athos.

HONDURAS E O SILÊNCIO DA SOCIEDADE INTERAMERICANA DE IMPRENSA: OMISSÃO DA ÉTICA

Imagem
Honduras e os silêncios da Sociedade Interamericana de Imprensa


"Não é por acaso que a página eletrônica da benemérita Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), sempre tão atenta a tudo o que ocorre com os meios de comunicação em Cuba, na Venezuela, na Bolívia e no Equador, tenha ocultado espertamente o que está acontecendo em Honduras."


Tudo apenas ajuda a "desfigurar ainda mais a verdade e inclinar a balança a favor dos golpistas e de seus mandantes".


Essa é a opinião de Atilio A. Boron, politólogo e professor da Universidade de Buenos Aires, na Argentina, em artigo publicado para o jornal Página/12, 26-07-2009. A tradução é de Moisés Sbardelotto.


Eis o texto:

O prolongamento da crise em Honduras não tem um efeito neutro, pois joga a favor dos golpistas. O repúdio e o isolamento universais não comovem os usurpadores. Pelo contrário: confirmam sua visão paranoica de um mundo dominado por comunistas, subversivos e revolucionários que conspiram sem cessar para frustrar…

DEMOCRACIA CAPENGA E RADICALIZAÇÃO DA ESQUERDA

Imagem
A democracia está capengando. Esquerda terá que ser radical.
A chamada “democracia eleitoral” dá sinais de esgotamento por todos os cantos do mundo. A democracia está atrofiada e precisa encontrar novas formas para rejuvenescer e que passam por uma participação mais efetiva da sociedade através dos movimentos sociais, mas também pela radicalização das propostas. A esquerda necessita libertar-se do drama de fazer as reformas que a direita sempre quis fazer, para impor uma agenda que amplie e radicalize a democracia. O artigo é de Éric Aeschimann, publicado no Libération e traduzido pelo Cepat (Centro de Pesquisa e Apoio dos Trabalhadores). Éric Aeschimann - Libération (IHU On-line)
Tradução do artigo de Aeschimann (16/02/2008), publicada na revista IHU Online.


Doença na democracia, nevoeiro nas urnas. É esse o efeito retardado de uma sucessão de escrutínios de resultados embaraçosos para a esquerda? Um movimento de humor diante da democracia liberal triunfal? Nova mania de alguns filósofos…

GRIPE COMUM X INFLUENZA A (H1N1): DIFERENÇAS

Imagem

LIBERDADE DE EXPRESSÃO E PROIBIÇÃO DE MANIFESTAÇÃO PELA LIBERAÇÃO DAS DROGAS

Imagem
PGR questiona proibição de eventos pró-legalização das drogas



Em seu último dia respondendo pela Procuradoria Geral da República, a procuradora-geral Deborah Duprat ajuizou no Supremo Tribunal Federal (STF) duas ações para questionar decisões judiciais que estariam proibindo atos públicos pró-legalização das drogas. Para ela, as decisões estariam empregando o equivocado argumento de que a defesa dessa ideia constituiria apologia de crime.

A procuradora quer que o Judiciário dê interpretação conforme a Constituição ao artigo 287 do Código Penal (pedido feito na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental - ADPF 187), e também ao artigo 33, parágrafo 2º, da Lei 11.343/06, que instituiu o Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas (pedido feito na Ação Direta de Inconstitucionalidade - ADI 4274). Como o Código Penal (Decreto-Lei 2848/40) é anterior à Constituição, explica a procuradora, seus dispositivos só podem ser questionados por meio de ADPF. Já a nova lei de tóxicos, posterior…

O HOLOCAUSTO DE NOSSOS JOVENS

Imagem