terça-feira, 19 de agosto de 2014

O político William Bonner e a Presidenta Dilma


 
O político William Bonner e a Presidenta Dilma

Gosto de deixar o tempo agir. Gosto de analisar fatos com serenidade. Foi o que fiz quanto a entrevista dada pela Presidenta Dilma ao JN. Quem não assistiu recomendo que o faça; quem assist...iu recomendo que assista outra vez. Vale a pena ver de novo... Foi ótimo para o Brasil ver o comportamento de William Bonner. Não foi uma entrevista, foi um debate entre candidatos. Esse foi o grande erro do representante oposicionista: ele nunca foi candidato, não está preparado para um debate, a adrenalina fica exposta em sua face e suas palavras despidas da roupagem da razão (a emoção faz dessas coisas com a gente...), o revelou inteiro. Ele e a Patrícia não fizeram perguntas, fizeram discursos contra o PT e contra o governo. Uma vergonha. A Globo, que se tornou poderosa através de sua associação com os golpistas de 64, embora tenha publicamente se desculpado por seu editorial ter se acumpliciado com os assassinos de 64, mostra que não mudou. Continua golpista. Sempre contra os interesses do povo. Mas, o que esperar de uma emissora que tem como proprietária uma das famílias mais ricas do mundo? Que fique ao lado do povo ou da elite? Estamos vivendo tempos bicudos. Tempos em que é preciso muita atenção, muito cuidado. Eleição nunca foi uma festa no Brasil. Sempre foi tempos de guerra em que se colocam em oposição as forças ligadas ao povo, também chamadas de progressistas, e as forças ligadas a elite, também conhecidas como conservadoras. Conservadorismo nada mais é que retornar há um tempo que durou todo o tempo antes do PT começar a governar. Quem tem memória sabe o que falo. Tempos de inflação, de desemprego, de confisco de poupança, de desabastecimento, de fome, de miséria, de entreguismo de nosso patrimônio, de desesperança. Eles querem voltar. Estão fazendo de tudo para isso. Porém, se ficarmos atentos a essas manobras e se denunciarmos uma, dez, cem, um milhão de vezes, cada manobra que fizerem através dessa mídia conservadora e golpista, não conseguirão. Eles tem dinheiro e são detentores, pelo menos por enquanto, dos meios de comunicação. Sabemos disso. Mas nós temos ideal, memória, povo, e uma militância maravilhosa! Não deixaremos o ódio vencer a esperança, não abriremos mão do povo brasileiro e do Brasil. Nós acreditamos no Brasil! Em outubro é 13, é Dilma, e não vai ter é segundo turno!

Paulo da Vida Athos. Agosto de 2014.

Nenhum comentário:

Meu filho

Tenho em minha vida o homem mais doce que existe, meu filho. Quem tem a felicidade de conhecê-lo, sabe disso. Um cara amigo, leal, com ...