O conservadorismo quer voltar a nos dar o circo...

 



O conservadorismo quer voltar a nos dar o circo...

 

 

Não nos iludimos, nós militantes não nos iludimos com o que a velha mídia conservadora, verdadeira oposição ao PT, fará nos próximos 21 dias.  As telas da Rede Globo e afiliadas, e das demais emissoras de televisão, as tintas dos jornais tradicionais, as revistas venais como a Veja e a Istoé, e os grandes portais que representam a mesma elite e o mesmo golpismo, pintarão um Brasil diferente da realidade.

 

Pintarão um Brasil aos cacos, com uma economia descontrolada, com os índices de desemprego em alta, as bolsas em baixa, o dólar subindo, a corrupção fervilhando em cada página, em cada site, em cada telejornal.

 

Tentarão envolver o governo de Dilma e o PT em todos os escândalos, dirão que a Petrobras está acabando e que as empresas e bancos como o do Brasil, a Caixa Econômica, etc., são cabides de emprego do governo e do PT que loteou tudo.  A ladainha de sempre, o golpismo de sempre.

 

Acreditar no que dizem veículos que pertencem à elite desse país, é má-fé ou estupidez.

 

Aparentemente não preciso do Mais Médicos, Minha Casa Minha Vida, Prouni, Pronatec, Fome Zero, Luz para todos, Água para todos, mas inegavelmente  todos precisamos de um país mais justo e igualitário.  O Brasil de hoje, com inflação baixa, com estabilidade econômica, credor do FMI, que criou um Banco para financiar projetos em outros países e autofinanciar seus próprios projetos de crescimento (o que fez com os países do BRIC), a triplicação das verbas para a saúde e educação (já em prática), a destinação de 10% do PIB para a educação, de 75% dos royalties do Pré-Sal para a Educação e 25% para a Saúde, tudo isso e muito mais que não menciono aqui (para que quem tiver boa-fé vá pesquisar para propagar seus próprios conhecimentos): eu preciso, nós precisamos!

 

Esse é o Brasil que está sendo construído pelas forças políticas progressistas e que a direita e as forças conservadoras querem retomar para dele se enriquecerem mais, fazendo o que historicamente sempre fizeram, explorando o povo, como nos 502 anos que antecederam a chegada do PT ao governo.

 

Durante cinco séculos essa elite comandou a economia e a política desse país e nada fez pelo povo mais carente.  Ao contrário do que a velha mídia convenceu aos mais desavisados a corrupção não cresceu, o que cresceu foi o combate à ela pelas instituições que tiveram uma coisa que nunca lhes foi dada durante os 502 anos em que o PT não governou: liberdade para investigar.

 

O argumento de que autonomia para o MP e para a Polícia Federal investigar é constitucional, que quem dá é a Constituição da República,  é cretinice! 

 

Isso e muitas outras coisas ficam no papel se não houver vontade e coragem política. Se um governo coloca na chefia dos órgãos de investigação pessoas ligadas aos seus interesses, ou se coloca no Ministério Público, em seu comando, um procurador venal ou que faça o que o governo quer, não há punição porque a Justiça nada pôde fazer se o Ministério Público não denunciar, como ocorreu nos governos que antecederam ao PT nos quais o Procurador-Geral da República era chamado de "Engavetador-geral da república", razão pela qual não houve denúncias contra os governos do PSDB quando FHC governou o Brasil.

 

Não havia corrupção?  Sim, claro que havia.  Se você acha que não, só porque não houve investigações, perdão, mas você é um babaca. Quem tem boa-fé pode checar isso em minutos através do Google, e deve, porque, parodiando o poeta, "a vida não se resume a Facebook"...

 

O que existe hoje é que a polícia federal não foi aparelhada para não investigar, como ocorria, e quem escolhe o Procurador-geral da República são os membros do próprio MP: o primeiro da lista, o mais votado por seus pares, é nomeado imediatamente pelo presidente da República, e isso começou com Lula.  Desde o primeiro governo Lula o procurador mais votado na lista tríplice enviada ao presidente da República é nomeado.  Assim, simplesmente assim.

 

Por isso, hoje, tantas operações, tantas prisões e tantas denúncias de corrupção chegaram aos tribunais e ao nosso conhecimento durante o governo petista.  Mas a velha mídia, lobo em pele de cordeiro, consegue convencer milhões de pessoas que se dá exatamente ao contrário. 

 

Infelizmente o grito que nasceu nos tempos da ditadura, de que "o povo não é bobo, abaixo a Fede Globo", veio perdendo a força.  A Globo não apenas acobertou os assassinos, como foi o "diário oficial" dos golpistas: e ela se tornou esse poder midiático tendo benesses para importar equipamentos sem pagar impostos, ou sonegando-os como faz até hoje, e sua ira, seu ódio, é que no governo PT foi processada por sonegação em episódio cercado de sombras, em que até o processo foi roubado e sumiu na Receita Federal.

 

Além disso, embora ainda receba milhões de reais por ano do governo federal para fazer propagandas institucionais, essa verba, tradicionalmente dirigida a Globo pelos governos que antecederam ao PT, embora tenha sido reduzida (e não cortada, como deveria ser), é uma verba ainda altíssima, diga-se logo, e tudo a emissora golpista está fazendo, e muito mais fará ainda, para recolocar no poder os seus mecenas.

 

 (Mas sempre existem as pessoas que não são de má-fé, que realmente não sabem do que falo; para essas recomendo que vejam o filme-documentário "Além do Cidadão Kane", que revela o que é a Rede Globo, que ela tentou de tudo e conseguiu censurar no Brasil, mas que está a disposição das pessoas de boa vontade e, para facilitar, coloco aqui o link   http://youtu.be/049U7TjOjSA ).

 

Nunca a direita esteve tão perto de voltar ao poder, desde que as forças progressistas conseguiram através do PT, como agora. 

 

Tivemos 502 anos de governo conservador desde a descoberta do Brasil, e apenas 12 anos de governo progressista (8 anos com Lula e 4 com Dilma).  Quem tinha 20 anos há 12 anos atrás, se não é rico, demente ou pessoa de má-fé, sabe do que estou falando.

 

Hoje temos um Brasil melhor.  É o ideal? Claro que ainda não.  Mas poderia ser muito pior nas mãos da direita.  Não é possível consertar os desacertos provocados em cinco séculos de sangria de nossas riquezas e de abandono de nosso povo, em apenas uma década.

 

Pense nisso na hora de votar.  Se não sabe do que estou falando, faça uma pesquisa. Hoje temos a internet para pesquisar e para combater a mentira.  Não deixe que pensem por você.  Não quero que creia em minhas palavras, quero que duvide delas, que pesquise e que pense autonomamente e não que se deixe levar a pensar automaticamente por aqueles que te dão o circo mas lhe negam o pão, como fizeram com nossos avós, com nossos pais, excetuando aqueles que lutaram e muitos deles foram sacrificados, mortos, torturados ou presos, por lutarem por nossa liberdade de decidir.

 

Dentro de menos de 3 semanas, em 26/10, teremos uma grande oportunidade de dar uma resposta nas urnas.  Uma resposta que deixe claro que o povo brasileiro não se deixa mais iludir.  Uma resposta ao conservadorismo da elite e da eletro-burguesia, e ao golpismo da mídia que defende o direito dos grandes capitalistas e empresários, do agronegócio e do latifúndio, em detrimento dos que não estão inseridos na nata econômica, no 1% que detém a riqueza e os meios produtivos do Brasil.

 

É contra isso que o PT e as forças progressistas lutam.  É contra isso que luto.

 

Leia, pesquise, não permita que lhe deem o circo e lhe tirem o pão.

 

Não permita que pensem por você.

 

Um Brasil menos desigual: é isso que está em jogo nesse segundo turno.

 

Paulo.

 

Rio de Janeiro, 06 de outubro de 2014.
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oração para Oxossi

A guerra perdida: 31 vítimas de bala perdida em 31 dias, no Rio de Janeiro.

A França não merece perdão