segunda-feira, 28 de maio de 2012

Em ti...







Em ti..








Neste teu corpo,
meu porto, e abrigo
em que amarro os laços
de minha vida sem rumo;

Neste teu corpo,
regato e remanso,
que em toques mansos
eu tomo e me entrego;

Neste teu corpo,
universo e mistérios
que redescubro
ao sabor dos desejos;

Neste teu corpo,
que é luz de meus passos,
que num abraço de amor
me ilumina;

Neste teu corpo
onde correm meus lábios,
descobrindo
vales e rios de sonhos;

Neste teu corpo,
Ah!
Quão louco me sinto
quando o pressinto
assim ao meu lado;

Neste teu corpo,
menina-mulher,
de doidos carinhos,
de mil  sensações;

Neste teu corpo,
mulher, tão menina,
que me alucina
em mil contrações;

Neste teu corpo
que é céu de meu vôo,
é onde encontro
razão de existir...

(Paulo da Vida Athos)

2 comentários:

Sergio de Sersank disse...

Bonito poema, Paulo.
Abraço.

Paulo da Vida Athos disse...

Agradeço suas palavras, que muito me honram, grande Sergio,

Postagens mais visitadas

Ju Aventureira David

Bom dia minha aventureira... Que seja muito bom esse primeiro dia de um novo ano em tua vida, de muitos que ainda virão, e ple...