GUERRA NO RIO. TIROTEIOS E MORTES VÃO AUMENTAR



PM registrou 748 confrontos com criminosos neste ano, diz comandante




BRASÍLIA - O comandante da Polícia Militar, tenente-coronel Gilson Lopes, revelou nesta terça-feira, na Comissão de Segurança da Câmara que, de janeiro até o último sábado foram registrados nada menos que 748 confrontos só entre policiais militares e criminosos nas ruas do Rio. Segundo o coronel, nos dias mais tensos, são contabilizados até 15 trocas de tiros entre policiais fardados e bandidos, principalmente traficantes. Ele admite que esse número de confrontos comandados pela PM vai aumentar. Além do mais, o retrato da violência pode ser ainda mais forte. Nas estatísticas do coronel não estão computados os choques protagonizados por policiais civis.

- Em termos de país, é algo que se deva preocupar - disse Gilson Lopes ao jornal "O Globo" depois da sessão.

O comandante negou, no entanto, que a crescente onda de tiroteios entre policiais e suspeitos de crimes seja a confirmação da política do secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, de enfrentamento direto com o crime organizado. Segundo ele, os choques se tornaram mais comuns porque o governo aumentou o policiamento ostensivo nas ruas. Ele argumenta ainda que o narcotráfico está sem dinheiro e, por isso, tem tentado incrementar a venda de drogas em algumas áreas estratégicas da cidade.

- Os confrontos vão aumentar porque os policias estão mais presentes nas ruas e o tráfico está descapitalizado - disse Lopes.


Fonte

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oração para Oxossi

A guerra perdida: 31 vítimas de bala perdida em 31 dias, no Rio de Janeiro.

A França não merece perdão