HÁ DEZ ANOS PASSADOS A POLÍCIA ESTAVA BANDIDA. E HOJE?


Mãos ao alto!

Há bandidos demais na polícia. A população carcerária é de 170 000 pessoas, ou 0,1% da sociedade. Há 15 000 policiais acusados de crimes graves, o que dá 3% do efetivo das polícias.


A taxa de crimes está crescendo.

As acusações de roubo, extorsão, tráfico de drogas e homicídio contra policiais subiram 400% nos últimos cinco anos. As ouvidorias recebem 3 000 denúncias contra policiais todos os meses. Proporcionalmente, é 100 vezes mais do que serviços semelhantes na Inglaterra.


Homicídio é o delito mais comum.

Proporcionalmente, os policiais respondem até dezesseis vezes mais a homicídios do que os não policiais.


Roubo vem em segundo lugar.

Também proporcionalmente, o crime patrimonial é até cinco vezes mais comum entre policiais do que entre não policiais.


Nas quadrilhas, eles são maioria.

Em São Paulo, 60% das quadrilhas investigadas por prática de crime organizado têm policiais envolvidos.


A polícia civil é campeã em acusações.

Comparados os efetivos das três polícias (federal, militar e civil), a civil é acusada de ter cometido uma quantidade de crimes 2,5 vezes maior do que a Polícia Militar, que está em segundo lugar no ranking. O critério é proporcional.


A cúpula é pior do que a base.

Para cada denúncia de crime contra um investigador da polícia, existem treze denúncias contra um delegado. Na PM, a proporção é de 15 denúncias contra oficiais para cada denúncia contra um praça.


Não está mais que passando da hora de se fazer nova pesquisa para comparação? Dou maior força!

Fonte

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oração para Oxossi

A guerra perdida: 31 vítimas de bala perdida em 31 dias, no Rio de Janeiro.

A França não merece perdão