Premio Dardos

Recebemos de Maria das Graças Piccolo Zuany, a indicação para o Premio dardos, no que nos sentimos muito honrados.

O prêmio Dardos, vem reconhecer o desempenho de blogueiros, no campo cultural, criativo e ético, e também tem como objetivo estreitar laços, diminuindo assim, ainda mais as barreiras à comunicação e à amizade.

Assim, conforme o regulamento do prêmio e julgando méritos e realizações, indico abaixo mais 15 blogs como merecedores de tal distinção como difusores e incentivadores culturais:

1- O Caderno de José Saramago
http://caderno.josesaramago.org

2- Odemar Leotti - O Rebate
http://leotti.blogspot.com

3- Blog da Dadate
http://dadate.blogspot.com

4- Zé Dirceu
http://www.zedirceu.com.br

5-A CIDADE SANGRA
http://acidadesangra.blogspot.com

6- Diários de Guerrilha
http://diariosdeguerrilha.blogspot.com

7- A voz da Cidade de Deus
http://avozdacidadededeus.blogspot.com

8- Aos pés do Santa Marta
http://aospesdosantamarta.multiply.com

10- Direitos Humanos - Blogagem Colectiva
http://www.pontoblogue.com/2008/12/direitos-humanos-blogagem-colectiva.html

11- Blog do Mino
http://www.blogdomino.com.br

12- Guerrilha Carioca
http://guerrilhacarioca.blogspot.com

13- Blog de Guerrilha - Por uma internet livre
http://www.blogdeguerrilha.com.br

14- Pacto pela Cidadania
http://www.pactopelacidadania.org.br

15- Amigos do Presidente Lula
http://www.osamigosdopresidentelula.blogspot.com

Felicito os premiados.

"Com o PRÊMIO DARDOS se reconhecem os valores que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais etc., que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras. Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oração para Oxossi

A guerra perdida: 31 vítimas de bala perdida em 31 dias, no Rio de Janeiro.

A França não merece perdão