sexta-feira, 5 de janeiro de 2007

CARTA A PEDRO


Meu filho


Você é uma pessoa especial, nasceu especial e tem uma alma especial.

Você não é apenas o meu melhor e maior amigo e aquele a quem confio meus segredos e meu coração, mesmo que nenhum som saia de minha boca.

Seu coração é uma grande nave onde as pessoas buscam abrigo ou nele navegam pelos céus do tempo.

Sei que muitas nem merecem. Mas você nem liga...

Gosta que se deitem à sombra dos teus jardins interiores e se alimentem.

Você sente felicidade em dar felicidade.

Para você - que nada espera em troca do tempo e da vida que dedica aos que o cercam e aproveitam para deitarem-se à sombra dos seus jardins interiores e alimentar-se da sua amizade - a grande recompensa está na felicidade que sente em dar felicidade aos que o rodeiam.

Por isso, a mais linda das mulheres que conhecemos, a Vida, te ama tanto!

Saiba que a vida e o mundo em que vivo são mais bonitos: por que você existe.

Pessoas como você, que amam o Amor, tornam tudo isso aqui muito mais interessante, muito mais mágico.

Não posso conceber um mundo sem seu sorriso, o eco de sua voz, a luz de seus olhos ou mesmo sem o som de seus silêncios siderais...

Seria um mundo muito vazio e triste.

Como disse Gibran, em uma de suas obras, você, sua vida, “pertencem à mansão do amanhã”, onde não poderei chegar “nem mesmo em sonhos”.

E, pensando nisso, quero dizer nessa esquina do tempo que se chama hoje, que te amarei nessa e em todas as minhas vidas.

Mesmo quando meu hoje houver se tornado um ontem e seus olhos estiverem olhando as cores da primavera, por mim.

Com meu carinho maior.

Seu Pai.


Fonte

Nenhum comentário:

Meu filho

Tenho em minha vida o homem mais doce que existe, meu filho. Quem tem a felicidade de conhecê-lo, sabe disso. Um cara amigo, leal, com ...