sexta-feira, 5 de janeiro de 2007

O ESPÍRITO DO NATAL

Domingo, Dezembro 24, 2006













O ESPÍRITO DO NATAL




por Paulo R. de A. David



O Natal é a data em que comemoramos o dia do Poeta do Amor.

Um dia importante para a humanidade, um dia fantástico de um Ser fantástico.

Ele pregava o Amor, Suas palavras recendiam agradavelmente esse sentimento.


“- Amarás!”, Ele clamava.


Andou por ruas e cidades tocando as pessoas com Suas mãos, com Seu olhar, com Suas palavras, com Seu amor.

Ao final da caminhada teve Seu corpo amoroso violentado com métodos que ultrapassaram os limites da lógica e da humanidade.

Mas, em razão da existência do Amor, Ele respondeu com o perdão.


“ - Perdoai-os, Pai!...”


Ainda jovem, li Gibran (O Profeta). Gibran foi meu segundo mestre a falar de Amor ao meu coração.



"Quando o amor vos chamar, segui-o..."


Ele também tinha uma forma diferente, encantadora, de falar sobre o Amor.

Se já amava o Amor com todos os seus ais, passei a amá-lo ainda mais. Sou depois de ser humano, um poeta.

Com todas as suas garras e precipícios que machucam e dilaceram: amo o Amor.

Responda: como poderia viver sem o Amor, apenas com o cérebro? Não tem as mesmas cores o céu, o mar, nem tem o mesmo perfume a brisa que trafega na noite, quando apenas sentidas pelo cérebro, na ausência do Amor.

O Amor vive dentro da gente, não é o "outro". O "outro" é só o objeto iluminado pela luz de nosso Amor.

Não! Convido-a antes a viver o Amor, com o coração, com a alma! Para onde você for, ele vai.

Em você. Viva-o!

Chore todas as suas lágrimas e ria todos os seus risos.

Amanhã, terá muitas histórias lindas para contar, para lembrar.

Serão então, seus tesouros.

Aceite esse convite: você ainda vai ser muito mais feliz que pensa. Muito mais que já foi.

Certamente ao longo da vida você vai chorar, muito.

E quando chorar: que seja por amor!

E não esqueça jamais: o verdadeiro Dia do Amor é o Dia de Natal!

Que todos os dias de sua vida sejam dias de Natal, é meu desejo maior!


Visite nosso BLOG

Nenhum comentário:

Meu filho

Tenho em minha vida o homem mais doce que existe, meu filho. Quem tem a felicidade de conhecê-lo, sabe disso. Um cara amigo, leal, com ...