segunda-feira, 2 de junho de 2008

MILÍCIAS: 200 MORTES EM TRÊS ANOS


200 Anos Três Mortes em três anos.

Rio de Janeiro, junho de 2008 - Para o Secretario de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, o Baixo numero de prisões SE DEVE AO Fato de uma Figura penal da milícia nao Existir não Código Penal, o Que Deixa UMA OU Denúncia Prisão SEM UMA Força Expressão PORQUE TEM nao judicial. "Que é Preciso entendre, nenhuma das milícias Caso, e Necessário ter calma hum Fazer e Trabalho Detalhado parágrafo Produção de Provas", afirmou, Along, o secretario. Em Fevereiro do Ano Passado, a Justiça decretou uma Prisão do sargento PM Ubiratan Castro, do 16 º BPM (Olaria), acusado de serviços o Chefe da milícia Que não atuava Conjunto Habitacional da Cidade Alta, Cordovil in. O mandado - Primeiro um ser concedido contra hum policial acusado de Participar de milícias - FOi expedido Pela juíza Maria Angélica Guedes, do 4 º Tribunal do Júri. Castro e acusado de milícias in atuar e de ter testemunhado o Assassinato do motoboy Fábio Fernandes Rocha, 29 Anos. Segundo moradores, o policial térios also violentado UMA Jovem de 20 Anos nd quadra esportiva do Conjunto 'Segurança' prestava Onde habitacional. Em Novembro de 2007, o vereador Josinaldo Francisco da Cruz, o Nadinho de Rio das Pedras, (DEM), se entregou sem 4 º Tribunal de Justiça, nenhum Centro do Rio de Janeiro. Elementos TeVe uma Prisão preventiva decretada, acusado de serviços o mandante da EXECUÇÃO do Inspetor Félix dos Santos Tostes, morto Fevereiro in do Ano MESMO, Suspeito de comandar milícias nd Favela Rio das Pedras, Jacarepaguá. Um MÊS DEPOIS, Dezembro emes, uma Delegacia de Repressão Ações Criminosas Organizadas Às e Inquéritos Especiais (Draco-IE) deflagrou, also nd Zona Oeste, a 'Operação Latifúndio. A Ação TeVe Como Alvo principal o vereador Jerônimo Guimarães Filho, o Jerominho (PMDB). Elementos e acusado de chefiar, com o Irmão, o Deputado Estadual Natalino José Guimarães (DEM), a 'Liga da Justiça' - grupo Que demarcação Território com o Símbolo do Personagem Batman. Os Irmãos e Outros FORAM Nove acusados denunciados Pelo Ministério Público Por Formação de quadrilha e bando Armado. Por Deputado serviços, Natalino Liberdade in Responde. Jerominho estabele Atrás das notas. e A 'Liga da Justiça' apontada Pelas Investigações da Polícia Como o Grupo paramilitar Que domina Territórios da Zona Oeste. Conforme apurações indicam Que O Bando Negócios Imobiliários also explora Altamente lucrativos. Segundo uma Secretaria de Segurança Pública, ha Mais de cem andamento in Investigações contra as milícias e Tráfico de Drogas nd Subsecretaria de Inteligência.


"NAO PODEMOS RECUAR '

O ex-Secretário de Segurança de Bogotá, Hugo Acero, Que Along afirmou uma Imprensa e Os carbonetos policiais nao podem recuar, Alguma Hipótese em, Neste Momento de atentado à Liberdade de Expressão. O sociólogo - Um dos Responsáveis Pela Queda dos índices de homicídio colombianos nd Década de 90 - Que revelação, nenhum País SEU, A Luta Contra a Ação de narcotraficantes e paramilitares Grupos nao Cessou, MESMO COM A morte de Jornalistas e policiais. "O Papel da Imprensa FOI Muito valioso. Vocês dez Que se unir. Se uma recuar Imprensa, uma Perde Democracia ", Disse Acero. O colombiano Que Lembra, de 1992 a 1995, 17 mil Agentes da Polícia Nacional colombiana FORAM expulsos da Corporação Por Corrupção com envolvimento. "Na Colômbia, um da Polícia Própria Coragem TeVe de combater uma gente Má Dentro da Instituição. Nao HÁ corruptos então E OS Que nao devem LUTAR São ", Afirma Acero.


NOTA À IMPRENSA

A Associação Nacional de Jornais Que Aguarda como identifiquem Autoridades OS Integrantes da milícia Profissionais torturaram Que fazer Jornal O DIA. O crime chocou um e sociedade Exige Solução Imediata. «Além de ter ocorrido UMA execrável Violência contra Profissionais fazer hum, Jornal houve violento atentado à Liberdade de Informação e AO Livre Exercício da Profissão. O caso expõe o preocupante Estado da Segurança Pública no Rio de Janeiro, sobretudo Levando-se in Conta Que OS torturadores integram o Grupo, Segundo Denúncia do Jornal, policiais Por formado. Como Autoridades obrigadas um exemplar estao UMA Ação, Identificação nd Que resulte dos Criminosos e Prisão. A Sociedade Assistida à Degradação da Segurança Pública, com traficantes e milicianos Dominando Grandes áreas do Rio de Janeiro. A ANJ se solidariza com OS Profissionais de O DIA e Espera Seu pronto restabelecimento. Nao apenas as enguias, MAS FOI Toda uma Sociedade atingida Por ESSE atentado à Dignidade e à Liberdade de Informação. Atuarem sofrida da Violência, OS Jornalistas Brasileiros prosseguirão Na Sua Missão de Informar OS cidadaos. Brasília, 1 º de junho de 2008 Antonio Athayde Diretor Executivo da Associação Nacional de Jornais


AO ESTADO PARALELO

E inaceitável Que o Governo do Rio nao CONSIGA IMPEDIR uma Ação de Criminosas SEUS proprios Agentes, de máfias milicianas Integrantes Que disputam com o Tráfico de Drogas o dominio Das Comunidades carentes. O sequestro eA Tortura de Profissionais de milícias O DIA NA COMUNIDADE Por fazer Batan, in Realengo, se configuram hum dos in Mais sepulturas atentados à Liberdade da Informação não DESDE O País Ditadura Militar da FIM. A Livre Circulação da Informação e o alicerce do Estado de Direito. (...) ASSIM Como uma bomba do Riocentro, in 1981, desmontou uma Ditadura dos carrascos Militares, um Tortura dos Jornalistas in Realengo Destrói uma Ilusão Que de como as milícias possam representar Alternativa AO NARCOTRAFICO NAS Assistência SEM áreas do Estado. Se o Governo Sérgio Cabral nao Punir de forma exemplar OS torturadores de Realengo, Passará à História da Tortura "CÚMPLICE" Como no Rio de Janeiro vigencia in Plena do Estado de Direito. (...). O bis Sindicato Federação Nacional dos Jornalistas exigem (...) Que o Governo investigue o crime de forma criteriosa e exemplar e CRIE condições par de uma Prisão de Todos os culpados, "antes" Mais Que pratiquem atentados à civilidade. (...) Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro.


Fonte O Dia.

Nenhum comentário:

Meu filho

Tenho em minha vida o homem mais doce que existe, meu filho. Quem tem a felicidade de conhecê-lo, sabe disso. Um cara amigo, leal, com ...