quarta-feira, 4 de junho de 2008

POLICIAL CIVIL ACUSADO DE COMANDAR MILÍCIA NA FAVELA DO BATAN


Policial Civil da Penha é acusado de chefiar milícia da Favela do Batan


RIO - O inspetor da Polícia Civil Odinei Fernando da Silva, lotado na delegacia da Penha, está sendo procurado pela polícia. Ele é apontado como chefe da da milícia que sequestrou e torturou uma equipe do jornal "O Dia", em 14 de maio, na Favela do Batan, em Realengo. O segundo na hierarquia da milícia local, David Liberato de Araújo, de 32 anos, foi preso nesta quarta-feira, por policiais da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas e de Inquéritos Especiais (Draco/IE). Ele cumpria pena por roubo e receptação e estava em regime semi-aberto no presídio Plácido de Sá Carvalho, em Bangu. Os dois acusados foram reconhecidos pelas vítimas através de fotografias.

O coordenador do Disque-Denúncia, Zeca Borges, disse que a entidade já recebeu 19 denúncias apontando os torturadores da equipe de reportagem. Ele acrescenta que do início do ano até agora o serviço recebeu 70 ligações dando conta da violência praticada por milicianos do Batan contra moradores.


Deputado Coronel Jairo diz que milícia é 'bandido ao quadrado'

Nesta quarta-feira pela manhã, o deputado estadual Coronel Jairo (PSC) negou em entrevista à Rádio CBN qualquer envolvimento com o caso de tortura contra a equipe de "O Dia". O parlamentar disse que nunca foi à favela e se declarou totalmente contra as milícias.

- "Milícia é bandido ao quadrado", disse o deputado.

A Polícia Civil está investigando a informação de que a equipe do jornal fora abordada pouco antes do seqüestro por um homem que se apresentou como assessor do Coronel Jairo. O suposto assessor, que se identificou como Betão, participou da sessão de tortura após conversar com a repórter na favela.

Coronel Jairo reclamou que a suspeita levantada contra ele o coloca em risco, assim como sua família, já que sua área de atuação na Zona Oeste inclui comunidades onde há traficantes. O deputado negou ainda ter qualquer assessor chamado Betão.


Fonte O Globo.

Nenhum comentário:

Meu filho

Tenho em minha vida o homem mais doce que existe, meu filho. Quem tem a felicidade de conhecê-lo, sabe disso. Um cara amigo, leal, com ...